Resenha de Livro: TRUE

Livro: TRUE
Autora: Erin McCarthy
Ano: 2015
Páginas: 266
Editora: Verus
Nota: 3 de 5

Eu esperava dar uma nota maior pra esse livro mas enfim alguns pontos me incomodaram na história. TRUE gira em torno de Rory uma garota de 20 anos que nunca passou a noite com nenhum cara. Quando as colegas de quarto de Rory descobrem que a garota ainda não teve nenhuma relação resolvem arranjar o descolado e tatuado Tyler para levar a garota pra cama. Rori é inteligente, dedicada aos estudos e completamente na sua diferente de suas amigas. Tyler é um cara que batalha por um futuro diferente enquanto lida com os problemas familiares. Ele sente que não é bom o bastante pra Rory e ela pensa o mesmo com relação a ele. Eles começam a se envolver casualmente e devagar enquanto os acontecimentos vão se desenrolando. Ai alguns segredos e empecilhos são colocados entre os personagens afim de testar seus sentimentos. 

Vou ser bem direta, esse livro tem uma premissa interessante apesar de ser um pouco clichê. Tyler é o típico cara experiente com um passado conturbado, fardo e problemas familiares. Rory é certinha, virgem e acaba se apaixonando por ele. Rory não me agradou muito desde o começo. Não consegui enxergar nada que me fizesse cativar com a mesa ou torcer por ela. O desenvolvimento da história foi muito rápido. Em um certo ponto senti como se a autora estivesse correndo pra que os acontecimentos desenrolassem e ela pudesse encerrar tudo. Tyler pra mim foi um pouco de surpresa já que eu imaginava certas atitudes dele e foi completamente diferente do que eu imaginava. Rory me pareceu muito insegura e inocente demais em diversas situações sem contar as atitudes de Tyler que não condiziam com o rumo que a história estava tomando. 

Do meio pro final, a história correu muito depressa. Eles se assumiram, alguns obstáculos, a família de Tyler e dai pra frente eu senti necessidade de que a autora parasse um pouco e desenvolvesse melhor algumas cenas. Não senti tanta química e atração entre o casal sendo assim não entendi parte do envolvimento dos dois. Algumas cenas rendem sim fofura e suspiros mas conforme a história vai se encaixando esperei mais de algo que não chegou. O que eu gostei foi que o título do livro tem um significado real embutido na história. True que em inglês é verdadeiro, separadamente significa algo pro personagem e achei isso bem tocante. Não teve um ápice e apesar de ter gostado da história e lido rápido, esperava muito mais de um romance. Senti falta da exploração dos obstáculos, da desenvoltura e da construção dos sentimentos dos mesmos. Enfim, o livro ão é ruim mas poderia ter sido melhor.

“- Rory - ele murmurou nos meus lábios - Meu Deus, como é bom te beijar. Por que você não quis falar comigo a semana toda? Eu estava ficando louco. - Ele me envolveu com os braços e me apertou contra o peito.”

"- Sou um Trouxa - ele me disse, com o rosto totalmente sério. Claro que ele era.
- Ah, é? Então você não recebeu a carta te convidando pra Hogwarts? Que droga."

“Eu não me considerava feia com F maiúsculo. Talvez um pouco sem graça, definitivamente quieta, mas de forma alguma repulsiva.”
- ... Nós dois vemos além do que as outras pessoas veem na gente. Nós dois sabemos que, às vezes, as melhores coisas estão embaixo da superfície. Quando eu olho pra você, vejo uma mulher fantasticamente inteligente, divertida, generosa e linda. Sabia disso? - Tyler.
- Não.
- É verdade.
... Então eu percebi que estava completamente apaixonada por ele.”




Quando as colegas de quarto de Rory descobrem que a tímida e estudiosa garota nunca passou uma noite com um homem, decidem que vão ajudá-la a perder a virgindade contratando o confiante e tatuado Tyler para fazer o serviço, porém sem o conhecimento dela. Tyler sabe que não é bom o bastante para Rory. Ela é brilhante, enquanto ele está lutando para se formar na faculdade e conseguir um emprego, para, então, poder tirar seus irmãos mais novos da mãe drogada. Mas ele acaba aceitando a proposta, pelo menos como uma oportunidade de conhecer Rory melhor. Há algo nela que o intriga e o faz querer ficar por perto mesmo sabendo que não deveria. Divididos entre o bom senso e o desejo, os dois se veem envolvidos em uma relação apaixonada. Mas, quando a família desajustada de Tyler ameaça destruir seu futuro assim como o dela , Rory precisa decidir se vai cortar os laços com o perigoso mundo do namorado ou se vai seguir seu coração, não importa o preço a pagar.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.