Eu assisti: Eu, você e a garota que vai morrer

Filme: Eu, Você e a Garota que vai morrer
Título Original: Me, Earl and The Dying Girl
Duração: 1 hora e 42 minutos
Gênero: Drama, Comédia
Lançamento: Sem data oficial
Baseado no Livro de  Jesse Andrews publicado pela Rocco
Nota: 2 de 5

Confesso que até vontade de assistir esse filme mas desisti todas as vezes. Primeiro por achar que não seria tão legal e segundo por receio de não gostar. Mas, como sou curiosa finalmente dei uma chance ao filme e assisti quase 2 horas de um filme que me confundiu e que eu achei que podia ser bem melhor.

Calma, vou explicar tudo. Eu, você e a garota que vai morrer já traz em seu título obviamente do que se trata um pouco do conteúdo do mesmo. Sim, tem uma garota doente que morre no final, apesar de o narrador do filme negar isso. Tudo começa quando Greg, que está no último ano do ensino médio e levando tentando levar sua passagem como alguém invisível e se dando bem com a maioria dos tipos de grupinhos da escola. Ao mesmo tempo ele constrói uma amizade estranha feita de vídeos amadores e sem sentido feitos com seu quase amigo Earl. Sua vida é um pouco abalada quando a mãe de Greg o obriga a ser amigo de Rachel, uma garota de sua escola que está com leucemia. Sem saber como e prometendo a si mesmo ser uma coisa totalmente tempória Greg passa a visitar a garota e se torna seu amigo sem perceber. Confesso, que o roteiro do filme é bem interessante porém não sei se foi o modo como a história foi desenvolvida mas o filme fica muito chato e entediante. As únicas partes que se salvam são a morte da garota e algumas outras cenas. O desenvolvimento como um todo é entediante. Quase 2 horas de um filme em que eu me perdi e não entendi nada daqueles filmes bizarros que Greg e seu amigo fazia. Fora que muitas ações do personagem não me agradou em nada. 

Fiquei sem vontade nenhuma de ler o livro e completamente frustrada pelo que foi apresentado enquanto eu assistia as cenas passarem. Rachel, a personagem doente com certeza é uma das poucas coisas que salvam o filme de ser considerado totalmente entediante. Ainda não identifiquei o que exatamente me fez sentir assim. A falta de entedimento, um personagem irritante, cenas mal desenvolvidas e uma história que poderia ser muito, mas muito melhor. Você pode até pensar que o filme tem um tema batido de uma pessoa que tem uma doença terminal porém o que torna o filme sem graça são muitas outras coisas além dessa. Enfim. não tenho muito mais o que falar só dizer que não correspondeu minhas expectativas e que eu não curti na maioria dos momentos. Ainda resta saber se você concorda comigo, então assiste e me diz depois. 


Greg (Thomas Mann) está levando o último ano do ensino médio o mais anonimamente possível, evitando interações sociais, enquanto, em segredo, está fazendo animados filmes bizarros com Earl (RJ Cyler), seu único amigo. Mas tanto o anonimato quanto a amizade dos dois é abalada quando a mãe de Greg o força a fazer amizade com um colega de classe que tem leucemia.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.