Peça por Peça

Tenho que te deixar pra trás, isso era bem óbvio. Mas como faze-lo sendo que o carinho ainda permanece intacto dentro de mim? Você não é nada do que eu achei que seria. Nada como eu pensei que poderia ser. Eu só consigo me lembrar agora da última vez que seus lábios tocaram meu rosto, das suas costas andando em direção a outro lugar, me deixando pra trás de uma vez por todas. Ainda não consigo me fazer de indiferente. Ainda não consigo dizer que você não tem influência sobre mim. Podem chamar de bobeira e de tudo mais que quiserem mas somente eu entendo inteiramente meu coração. Eu fui além dos meu limites, quebrei todas as regras que criei, fiz tudo que disse nunca mais faria. Implorei pra você me querer, me ofereci por inteiro, mas acontece que você não queria por mais que dissesse que sim. Pegou meu coração em suas mãos e o espremeu até que ele se partisse em mil pedaços pelo chão. Não se importou que isso fosse uma das coisas mais dolorosas pra se vivenciar. 
Peça por peça tive que catar o que restou. Fiquei confusa, sentada ao chão tentando combinar de volta o que sobrou, tentando colocar tudo no lugar. Algumas peças ainda não estão no lugar mas continuo tentando. Preenchendo os buracos com algo que não sei bem o que é. Tentando suprir o vazio que você deixou com tudo que posso encontrar. Tentando fingir que você não foi tão importante pra mim já que eu não fui pra você. Será que você não vê que todas as suas palavras perderam o sentido?  Eu estou tentando fazer algo com a minha vida desde que você me deu as costas e saiu de cena. Como posso aceitar que queira voltar e seja tudo normal quando nada mudou? Quando você não mudou em nada? Não queira me ter como garantia, me faça confiar porque já não acredito mais. As esperanças foram embora enquanto você me deixava de lado. Quando eu não era interessante pra ti eu não tinha valor, mas depois de algum tempo eu passava a ter de novo. 

Peça por peça estou montando o coração que você destruiu. Ainda não achei o lugar de certas peças. Ainda não achei o meu lugar. Eu cai mais longe do que planejei. Me envolvi mais do que deveria. Jamais te deixaria como me deixou. Jamais te faria sentir o que sinto agora.  Então esse é o meu motivo para dizer tudo que disse. Eu tinha direito, eu tive que falar. Era tudo que me sobrou no final. Me desculpe, eu não me arrependo pois fiz tudo que poderia fazer. Talvez sejamos uma causa perdida. Talvez em nenhum cenário imaginado daremos certo. Talvez seja pra ficarmos longe e eu ainda não entenda isso. Não era sobre você. Era sobre mim. Sobre eu pode ter alguém pra enxugar minhas lágrimas. Segurar minha mão. Alguém para transformar minhas dores em alegrias. As lágrimas em sorrisos. Alguém por quem lutar, por quem sentir dor, por quem poder amar e confiar de verdade. Alguém pelo qual os abraços fossem a cura para os momentos difíceis.  A razão pela qual eu respiro. Era sobre isso, era sobre construirmos um sentimento. Era sobre nós. Agora acontece que é somente sobre mim.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.